terça-feira, 1 de setembro de 2020

A magia da saudade

A magia da saudade


Sabes, querida aldeia,
onde nasci,
há medida que o tempo vai passando
e o cabelo branqueando,
mais recordo todos os cantinhos,
todos os recantos,
e neles vejo só encantos!
É o Cabecinho
e aquela casa coberta de colmo,
onde se criou uma grande família,
que eu admirava,
porque, sendo diferente, me encantava...
Era a Barreira,
com as casinhas todas iguais,
feitas de pedra escura
e por dentro de lajes,
com uma porta e uma janela
e à volta, uma barra branca
feita de cal!
E, nessa janela,
a servir de vaso,
um velho penico,
quase sempre com um craveiro,
ou, então, um manjerico!
Afinal, também tem coisas lindas, a idade,
voltamos a ser crianças
e avivamos a saudade!...

domingo, 30 de agosto de 2020

Felizmente há luar

Felizmente há luar


Ai que saudades,
dos serões ao luar,
na minha aldeia
no mês de agosto!
Sentadas na varanda,
de granito serrano,
olhando o céu estrelado,
encontrando
a Estrela Polar
e, passada hora e meia,
a Cassiopeia...
Mas, maravilha
das maravilhas,
as estrelas cadentes,
que, para nós
enquanto crianças,
encantadas e surpreendentes
eram um milagre,
vindo do céu!...
O coaxar das rãs
vindo da fonte grande,
é que nos embalava
e o assobio do Mingo Vinagre
é que nos alegrava...
Aquele luar de agosto,
está tatuado em mim
e só irá desaparecer
quando eu partir
e o assobio do Mingo,
deixar de ouvir!...

sábado, 22 de agosto de 2020

Nas asas do sonho

Nas asas do sonho


Adorava voar
e esquecer as coisas más,
mas, através da escrita
e dos borrões nas telas,
consigo voar por momentos
e ver coisas tão belas...
São as minhas asas,
que eu amo tanto,
que me permitem voar,
sobre os males do mundo,
olhar o céu, o sol, o luar
e, mesmo acordada, sonhar!

terça-feira, 18 de agosto de 2020

A caminhada da vida

A caminhada da vida


A vida é uma caminhada,
que começa logo
quando nascemos,
para uns, mais longa,
para outros, curta,
alguns, atravessando
rios de ternura,
outros, rios de amargura,
por vezes, tropeçando,
caindo
e levantando...
Mas a vida também tem flores,
que alternam,
por vezes, com cardos
e amores duradouros,
verdadeiros tesouros...
Nesta caminhada,
que temos que fazer,
devemos lançar sementes,
que germinem
e se transformem
em florestas de paz,
amor, solidariedade e amizade!



Escrever é viver

Escrever é viver


Escrever é viver,
viver intensamente,
relembrando o passado,
alegrias ou tristezas,
mas também escrever,
o que vivemos hoje, 
o que é presente,
que nos marca
e queremos mais tarde
recordar intensamente...
Escrever é difícil,
quando nos faltam
palavras,
que exprimam sentimentos...
Mas, quando surge
qualquer sinal
que nos toca,
as palavras aparecem
como por magia
e conseguimos
exprimir tristezas
e tanta vez alegria!

domingo, 19 de julho de 2020

Um mundo de verdade

Um mundo de verdade


Dei tanto amor,
meu Deus,
e tanta amizade,
pensando construir
um mundo, 
apenas de verdade...
Acreditei,
ajudei,
mimei,
sempre e só com o coração,
nada esperei de material,
nada fiz com qualquer interesse,
mas, esperei sim,
alguma gratidão!...

O valor do amor

O valor do amor


É tão linda a vida
e poucos de nós
dão valor,
àquilo que ela nos dá,
o mar, o sol, as flores
e, sobretudo, o amor...
E é esse amor, que recebemos,
ou que oferecemos,
que nos mantém
agarrados a ela
e tudo fazemos,
para que não nos deixe
e podermos contemplar
todas as maravilhas,
mesmo através da janela!...